Como informa o comunicado enviado, o fruto de um avultado investimento, as três softwarehouses estão aptas a responder às exigências da Administração Geral Tributária de Angola e podem processar documentos com IVA, bem como a emitir o ficheiro SAF-T (AO) com toda a informação requerida pela administração tributária, cuja implementação foi recentemente adiada.

“Ainda que o Grupo Técnico Empresarial tenha revisto para outubro a entrada em vigor do IVA, as nossas três empresas estão capacitadas para oferecer, aos empresários angolanos, soluções certificadas e preparadas para este que será um marco na economia de Angola. Temos a grande vantagem da experiência de já ter passado pela implementação dos mesmo processos em Portugal ; Certificação de Software, IVA e SAF-T”, refere Fernando Amaral, Chairman do ‘Sendys Group’, que acrescenta: “estamos há mais de uma década em Angola, um mercado que conhecemos e compreendemos como ninguém. São centenas os empresários que há muito apoiamos no crescimento dos seus negócios e, desta vez, connosco, estarão também na linha da frente”.

O ‘Sendys Group’ disponibiliza em Angola uma oferta de software semelhante à que oferece em Portugal e noutros países onde Sendys, Alidata e Masterway estão presentes. O software Sendys tem uma forte implantação nos sectores financeiro e de serviços, a Alidata lidera nos segmentos industrial, manutenção e reparação automóvel. Já o Masterway, apresenta uma solução de gestão suportada na cloud, totalmente on-line, que permite gerir um negócio a partir de qualquer lugar.

Na FILDA, que tem a capacidade de congregar em Luanda empresários africanos, europeus, americanos e asiáticos, o ‘Sendys Group’ irá continuar apostado na expansão das empresas que, neste momento, já estão presentes de forma directa em Portugal, Angola, Moçambique, Cabo Verde, Brasil e China.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.