O sucessor do Nokia 7.1 apresentado pela HMD Global na edição de 2019 da IFA já chegou a Portugal, anunciou a empresa em comunicado. O novo membro da família, o Nokia 7.2, apresenta-se como um smartphone com um preço acessível, mas traz a promessa de qualidade de um dispositivo topo de gama. O smartphone está preparado para o Android Q.

No interior do modelo é possível encontrar um processador Qualcomm Snapdragon 660 com um CPU Kryo. O Nokia 7.2 conta com até 6 GB de memória RAM e e 128 GB de armazenamento interno.

A fabricante garante que a bateria de 3.500 mAh permite ao utilizador utilizá-lo até dois dias sem a necessidade de o carregar. A pensar em quem tem um estilo de vida atarefado, a marca também decidiu incluir nos seus modelos um botão que dá acesso imediato ao Google Assistant.

O dispositivo destaca-se pelas suas funcionalidades de captação de imagem, apresentando uma câmara tripla de 48 MP com tecnologia Quad Pixel e lentes ZEISS. Para que o utilizador possa “soltar a sua criatividade” no mundo da fotografia, o dispositivo conta com uma função de “background blur” no modo retrato, que permite focar no essencial, assim como com um modo noturno com IA para condições de iluminação reduzidas e três novos efeitos bokeh.

O smartphone conta com a tecnologia Pure Display presente nos seus ecrãs de 6,3 polegadas, a qual permite a melhoria imediata da qualidade da imagem e a reprodução cromática fiel. Através do Adaptive Display, as cores reproduzidas adaptam-se ao ambiente em que o dispositivo é utilizado. Já no exterior, o Nokia 7.2 apresenta um design ligeiramente curvo em ambos os lados, com Gorilla Glass 2.5D da Corning para garantir a proteção do dispositivo.

O modelo chega a Portugal em duas cores: carvão e gelo, em versões de 64/128 GB de armazenamento por um preço a partir de 399 euros.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.