No Brasil a utilização de sistemas de pagamento digitais está a ajudar a desenvolver novos negócios, no Peru e na Tanzania alunos de várias aldeias têm acesso a aulas online, no Egito a internet é usada como um meio de inclusão para cegos e amblíopes, em Cabo Verde as aplicações fornecem informação de saúde e de combate à pandemia da COVID-19.

Estes são só alguns exemplos que mostram como as telecomunicações e a internet estão a contribuir para um desenvolvimento sustentável  e a criação de um mundo mais ligado e sustentável, e os projetos multiplicam-se em muitos países, alguns com contornos semelhantes. Mas há ainda um longo caminho a percorrer até conseguir ligar todo o planeta, sobretudo porque continua a existir um enorme fosso digital, com 3,6 mil milhões de pessoas ainda offline, sem acesso a educação online, emprego ou informação crítica sobre saúde.

A pandemia de COVID-19 está a ser vista como um acelerador digital, obrigando muitas organizações a avançar com planos de digitalização que estavam previstas para os próximos anos, mas mostra também como é importante fazer chegar os benefícios da sociedade da informação a um número mais alargado da população mundial, tão depressa quanto possível. A internet é para muitas populações a única forma de aceder a informação, conhecimento, e ferramentas que podem ajudar a transformar as suas vidas, como destaca uma mensagem da União Internacional das Telecomunicações a propósito deste dia Mundial das Telecomunicações e Sociedade da Informação, que se assinala a 17 de maio para celebrar a data da fundação da União Internacional das Telecomunicações (UIT, ou ITU na sigla em inglês).

Este ano o tema escolhido é "Connect 2030" e está ligado à agenda de desenvolvimento sustentável das Nações Unidas, como lembra António Guterres, Secretário-geral da ONU, numa mensagem em vídeo.

São cinco os objetivos definidos para aceder a um mundo melhor: Crescimento, Inclusão, Sustentabilidade, Inovação,  Parcerias, e todos em conjunto contribuem para a visão que a ONU pretende atingir no espaço de 10 anos, onde todas as pessoas tenham acesso às mesmas ferramentas da sociedade da informação, em condições de igualdade.

A situação e crise de saúde pública, com a pandemia de COVID-19 que afeta muitos países, acabou por limitar a extensão das celebrações mas a UIT vai realizar hoje um evento online para debater os principais problemas do desenvolvimento das comunicações , que está marcado para as 15h30 CEST, 16h30 em Portugal.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.