A Intel quer apostar “em força” no mercado das soluções de mobilidade inteligente e anunciou que adquiriu a Moovit, a empresa israelita especializada no desenvolvimento de aplicações de transportes, por 900 milhões de dólares. A confirmação surge após um processo de negociação de seis meses.

Em comunicado, a Intel afirma que a compra da Moovit a aproxima do objetivo de aumentar a sua participação no setor das tecnologias para veículos autónomos, incluindo dos “táxis robot”. A Moovit vai agora juntar-se à Mobileye, a tecnológica israelita que desenvolveu a primeira versão comercial do Autopilot da Tesla e que foi comprada pela Intel em 2017 por 15,3 mil milhões de dólares.

A gigante tecnológica norte-americana já detinha parte da empresa israelita. Em fevereiro de 2018, o ramo de investimento da Intel liderou uma ronda de investimento de cerca de 50 milhões de dólares. O negócio resultou também na integração de Amnon Shashua, vice-presidente da Intel, no conselho administrativo da Moovit.

Recorde se que a aplicação Moovit foi lançada em 2011 e disponibiliza informações úteis acerca dos transportes públicos para ajudar as pessoas a navegarem por áreas urbanas. Nos últimos nove anos, a empresa obteve 720 milhões de utilizadores em mais de 3.100 cidades. A aplicação chegou a Portugal em 2016, estreando-se nas cidades de Lisboa, Porto, Funchal e Coimbra.

De acordo com a Moovit, são utilizados mais de seis mil milhões de pontos de dados para gerar uma rede de informação que é atualizada em tempo real. A empresa sublinha que é "o maior repositório de dados de trânsito e mobilidade urbana". Para além da aplicação, a Moovit também disponibiliza plataformas de análises de dados a cidades, autoridades de trânsito e empresas.

O negócio entre a Intel e a Moovit é um dos muitos investimentos que a empresa norte-americana tem feito no sector tecnológico israelita. Ainda em dezembro de 2019, a Intel comprou a Habana Labs, a empresa produtora de chips de inteligência artificial, por dois mil milhões de dólares.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.