A partir de hoje as pequenas e médias empresas (PME) portuguesas têm uma nova forma de serem ajudadas pelos utilizadores do Instagram. A rede social lançou funcionalidades para que os utilizadores possam apoiar as PME, através de compras ou doações, numa altura em que a pandemia de COVID-19 está a afetar muitos negócios.

Depois de no final de abril ter anunciado novidades relativamente às doações a instituições sem fins lucrativos, o Instagram também quer ajudar as PME. Para isso, lançou o "action button", que permite às empresas adicionarem ao perfil um botão de apelo à ação, e o "sticker gift card", que pode ser partilhado nas stories. Assim que os utilizadores carregam no botão ou no sticker são encaminhados para uma compra no site da PME, onde podem ajudar o negócio.

O Facebook decidiu ainda expandir para o Instagram a ferramenta de angariação de fundos, para permitir que uma empresa também o faça. A funcionalidade chegou a Portugal na semana passada, com as PME nacionais a poderem pedir aos clientes que apoiem o seu negócio neste período especialmente crítico.

Em comunicado, Irene Cano, diretora-geral do Facebook em Espanha e Portugal, garante que as PME "são a parte mais importante da economia e uma parte muito importante da comunidade do Instagram". Por isso, e ciente do impacto da COVID-19, considera que estas novas ferramentas "vão facilitar esse auxílio aos negócios que mais sofrem os efeitos da crise”.

O que estão a fazer as redes sociais para ajudar no combate à pandemia?

A decisão da rede social segue-se a um conjunto de medidas tomadas durante a pandemia de COVID-19 pelo Instragram. No final de março a plataforma anunciou, por exemplo, uma nova "forma de navegar" através de videochamada, o Co-Watching, e do sticker “Em casa”.

Numa altura em que os lucros do Facebook duplicaram no primeiro trimestre do ano, a rede social tem-se mostrado empenhada em combater a COVID-19. No início de abril criou inclusivamente um teste de diagnóstico digital para ajudar investigadores a estudarem a doença. O inquérito surge no topo do News Feed nos utilizadores, por enquanto apenas nos Estados Unidos, mas a rede social vai alargar a outros países, consoante a utilidade dos dados obtidos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.