Os smartphones podem servir para mais do que jogos casuais e a Asus quer provar isso mesmo com o ROG Phone II, uma verdadeira máquina de jogo que a empresa aperfeiçoou para ter o desempenho e a experiência de utilização de uma consola portátil. E também faz chamadas e pode ser usada para todas as outras funcionalidades que se esperam de um telemóvel.

Uma nova versão do smartphone de gaming foi apresentada entre as novidades que a marca levou à IFA 2019, e é um dos que destaques do evento em que a Asus celebra os seus 30 anos de vida.

Durante a pré-conferência, Fabio Capocchi, general manager da área de mobile da Asus para a EMEA, explica que fazia todo o sentido alargar a presença da empresa na área de gaming aos smartphones e que os utilizadores querem uma experiência de interação mais imersiva. “O comportamento dos utilizadores de smartphones de gaming é diferente, passam mais tempo no Wi-Fi e também querem jogar mais tempo, mas precisam que a bateria dure mais”, adiantou Fabio Capocchi.

O ROG Phone II foi desenhado especificamente para melhorar esta experiência, e tira partido do CPU 855+ da Qualcomm com velocidade de relógio de 2,96 GHz para melhorar a performance, e gráficos do GPU Adreno 640. Com todo este “poder” dentro da mesma máquina, a dissipação de calor é um elemento importante e a Asus concentrou também aqui a sua atenção com o sistema GameCool II 3D.

O ecrã de 6,59 polegadas é AMOLED com 120 Hz e 600 nits para melhor visibilidade no exterior, mas que está também calibrado para fiabilidade de cor e a melhor resposta ao toque, essencial para os jogos.

Os 12 GB de RAM que estão integrados nos dois modelos do smartphone e um armazenamento de 512 GB em ROM, ou 1 GB na versão Ultimate, completam um conjunto impressionante de características num smartphone. E ainda mais pelos 6.000 mAh da bateria, e hypercharge de 30w.

O telemóvel foi pensado para funcionar em modo vertical ou horizontal, e a Asus posicionou os botões de AirTrigger e o sistema de som para que a experiência se torne mais interessante e os comando mais eficientes em ambiente landscape, mas também pensou na entrada de som para comunicação, integrando quatro microfones, e no posicionamento das antenas para não haver interferências na transmissão de dados.

Há ainda uma gama de acessórios adicionais para explorar os jogos de modo mais "confortável".

A experiência – embora curta – que o SAPO TEK já teve com o smartphone serviu para ter uma prova destas qualidades com alguns dos principais jogos que já foram optimizados para o ROG Phone II, como o Asphalt 9 e o Shadow Game Legends.

Os dois modelos vão chegar ao mercado no último trimestre e a versão Elite vai custar 899 euros, com 512 GB de armazenamento, enquanto a versão Ultimate, que tem um acabamento em preto mate e 1 TB de armazenamento, vai custar 1.199 euros. As pré-encomendas começam hoje.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.