Com o Y5 2019, a Huawei pretende introduzir um smartphone no mercado com uma qualidade/preço interessante, destacando-se sobretudo pelo seu design atraente das tampas traseiras, que troca os habituais materiais rígidos de plástico e vidro por uma capa em pele. Isso significa que uma queda acidental diminui a possibilidade de riscos ou quebras, na parte traseira, mas acima de tudo, deixará de ter de o esfregar constantemente para limpar as dedadas e manchas de utilização.

O smartphone pesa 146 gramas e tem um ecrã IPS LCD de 5,7 polegadas com uma modesta resolução de 720x1520 píxeis. É alimentado pelo processador octacore Helio A22 da MediaTek a 2 GHz, e tem 2 GB de RAM, com variações de armazenamento de 16 e 32 GB, expansíveis através de cartões microSD. O smartphone utiliza o sistema operativo Android 9 Pie, “mascarado” com a interface da fabricante chinesa, EMUI 9. Conte com uma bateria de 3.020 mAh.

A simplicidade do dispositivo estende-se às câmaras, oferecendo uma de 5 MP frontal e uma de 13 MP com obturador f/1.8 na traseira. O smartphone não oferece sensor biométrico de impressões digitais, mas tem um sistema de reconhecimento facial, que a fabricante salienta que funciona bem em condições de fraca iluminação.

Segundo o site oficial, o Huawei Y5 2019 será vendido em quatro variações de cor: Midnight Black, Modern Black, Sapphire Blue e Amber Brown. Ainda não tem data de lançamento e previsão de preços disponível.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.