O mercado parece não dar sinais de saturação do género battle royale, e todos os grandes estúdios querem ter no seu portfólio uma das galinhas de ouro da indústria dos videojogos. Mas qual será aquela que produz mais ovos? A Electronic Arts não quer arriscar e não só avançou com Apex Legends em fevereiro, que se tem mostrado um fenómeno à semelhança do seu rival Fortnite, como agora introduz o modo Firestorm em Battlefield V, que chega no dia 25 de março.

A grande diferença é que embora gratuito, Firestorm é uma nova atualização do seu simulador de guerra, que chegou às lojas em novembro. O plano inicial era oferecer o battle royale desde o lançamento, mas este acabou por ser adiado para ser melhor “cozinhado”. Até porque o modo semelhante, Blackout do seu rival Call of Duty: Black Ops 4 foi muito bem recebido pelos fãs, e talvez a Electronic Arts não quis arriscar.

O problema atual da gigante dos videojogos é lidar agora com dois battle royales. Se por um lado é uma excelente prenda para os fãs de Battlefield V que adquiriram o jogo, por outro, como converter jogadores que já jogam Apex Legends gratuitamente a investir em Battlefield V e aceder a este novo modo?

A resposta parece mesmo estar na diferenciação das mecânicas. A DICE construiu o maior mapa possível da série para o novo modo, chamado Halvoy, descrito como um “terreno expansivo que varia entre montanhas cobertas de neve a margens de rios”. Fazendo jus à série e como está patente no trailer que pode assistir, os veículos têm aqui um grande papel, entre eles tratores, tanques, jipes, helicópteros, barcos.

Outro elemento de assinatura de Battlefield parecem ser os edifícios destrutíveis, significando que ninguém estará abrigado. E fazendo jus ao nome do modo, Firestorm é o anel de fogo que obriga os jogadores a concentrarem-se nas áreas designadas, à medida que a partida avança. Este modo do jogo estará reservado para 64 jogadores, permitindo entrar a solo nas partidas ou em equipas de quatro elementos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.