O Facebook negou os dados divulgados pelo portal Inside Facebook, onde este site indica que a rede social perdeu cerca de 6 milhões de utilizadores nos EUA durante o mês de Maio.

Os dados foram publicados pelo site Inside Facebook, um portal especializado em monitorizar a rede social criada por Mark Zuckerberg, e indicam que no mês passado o Facebook terá perdido um grande número de utilizadores em países como os EUA e Canadá, dois dos primeiros países onde a rede social começou a ganhar popularidade.

Além desta queda no número de utilizadores em alguns países, só nos EUA terão sido 6 milhões, segundo o Inside Facebook, o mesmo site indica que em Maio passado a rede social ganhou 11.8 milhões de novos utilizadores, número inferior quando comparado com os 13.9 milhões de novos utilizadores que aderiram ao site em Abril.

Contudo o site adianta ainda que o número de utilizadores da rede social continua a crescer e conta actualmente com cerca de 687 milhões de membros em todo o mundo.

A maioria dos novos utilizadores é originária de países como Brasil, México ou Índia.

Comentando os números apresentados pelo site, o Facebook emitiu um comunicado onde a empresa refere que «de tempos a tempos vemos histórias sobre o Facebook perder utilizadores em alguns países».

Na mesma nota a rede social sublinha que «algumas destas notícias utilizam dados tirados da nossa ferramenta de publicidade, que disponibiliza uma estimativa alargada sobre o alcance dos anúncios do Facebook e não foi criada para ser uma fonte para monitorizar o crescimento global do Facebook».

A empresa de Mark Zuckerberg sublinha ainda que «estamos muito agradados com o nosso crescimento e com a forma como as pessoas se envolvem com o Facebook».

Os dados do Inside Facebook são também contrariados por outras empresas especializadas em monitorizar o tráfego Web, avança a BBC citando pelo menos duas empresas do sector que indicam que o Facebook tem vindo a ganhar utilizadores em alguns dos países referidos no Inside Facebook.

SOL

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.