Hoje, a maior parte dos 50 milhões de toneladas de lixo eletrónico gerados anualmente é tratada como lixo normal, mas não o é. A referência é feita pela Vollebak, uma empresa especializada em inovação sustentável na área do vestuário que está a preparar o lançamento do relógio de pulso “amigo do ambiente” Garbage Watch.

O nome revela muito, mas não diz tudo. O relógio é feito a partir de peças de computadores, de smartphones e de televisores antigos, entre outro lixo eletrónico, e isso inclui metais como cobre, níquel, cobalto, alumínio e zinco, assim como ouro, prata e platina.

O resultado é colorido e refrescante, dizemos nós, olhando para o aspeto estético, com base nas imagens que a empresa disponibiliza, já que o Garbage Watch ainda está na fase de protótipo.

A Vollebak abriu uma lista de espera e refere que o modelo deverá passar de protótipo a produto ao longo do próximo ano.

Além das imagens disponibilizadas e do facto de ser feito a partir de lixo eletrónico, a empresa não avança mais informação, ou seja, ainda não se conhecem os dados técnicos nem o preço deste futuro “relógio de lixo”.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.