Segundo o ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República, Adão de Almeida, que fazia apresentação das novas medidas, a vigorar de 10 deste mês a 08 de Setembro, o Governo também autorizou a realização de cursos de curta duração e formações similares em regime “não presencial”.

Sublinhou igualmente a autorização do funcionamento dos serviços administrativos e pedagógicos com 50% da força de trabalho, observando as regras de biossegurança e distanciamento físico nos estabelecimentos de ensino.

Na ocasião, lembrou a suspensão das actividades lectivas presenciais, em todos os níveis, nos estabelecimentos de ensino públicos e privados.

Em relação ao ensino superior, o Governo autoriza a realização de actividades de investigação científica, orientacão de trabalhos de fim de curso de graduacão, defesa dos trabalhos de fim de curso de graduacão, orientacão de dissertações de Mestrado e teses de Doutoramento, defesa de dissertacões de Mestrado e teses de Doutoramento.

As novas medidas adoptadas pelo Governo enquadram-se no combate e prevenção contra a Covid-19, que já infectou um total de mil e 572 pessoas em Angola, das quais 70 óbitos, 564 recuperados e 938 activos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.