À medida que a pandemia de COVID-19 começa a perder intensidade em alguns países, os Governos começam a anunciar medidas de retorno à normalidade. Os robots têm vindo a ajudar o mundo no combate à doença e agora também estão a ser utilizados para reduzir o contacto entre pessoas no processo de desconfinamento.

A Coreia do Sul, por exemplo, conseguiu conter a propagação da doença que infetou mais de 11.000 pessoas e causou 267 mortos no território e os autómatos estão a desempenhar um papel importante no regresso à normalidade. Os cafés do país começam a abrir e os “robots baristas” estão a ganhar popularidade.

Num estabelecimento na cidade de Daejeon há uma dupla de robots que prepara cafés e os entrega aos clientes, garantindo que não há contacto desnecessário entre as pessoas. A primeira parte do sistema é composta por um braço robótico capaz de preparar 60 tipos de bebidas diferentes. A segunda assume a forma de um empregado de mesa robótico, entregando os pedidos e calculando a melhor rota para evitar acidentes.

De acordo com a Reuters, o sistema é capaz de processar e realizar um pedido com seis bebidas em apenas 7 minutos. O único colaborador humano do café é um pasteleiro e, além de tratar da comida e das limpezas, tem apenas de reabastecer os ingredientes usados pelo braço robótico.

À agência noticiosa, Lee Dong-bae, diretor do departamento de pesquisa científica da Vision Semicon, a empresa que desenvolveu os “robots baristas”, indicou que o sistema poderá ajudar as pessoas em espaços públicos e estabelecimentos a cumprir o distanciamento social. Ao longo deste ano vão chegar mais autómatos a 30 cafés do país.

Desde os drones usados pelas autoridades na Europa, aos autómatos em hospitais, lares de idosos e até mesmo supermercados um pouco por todo o mundo: os robots estão a ser usados na luta contra a pandemia de COVID-19.

Recentemente, a estrela “canídea” robótica da Boston Dynamics ganhou uma nova “profissão” a patrulhar os em Singapura, transmitindo mensagens através dos seus altifalantes para informar os transeuntes das regras de distanciamento social que devem seguir.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.