A Apple poderá adotar uma nova estratégia para vender o próximo iPhone a um preço semelhante ao último modelo, o iPhone 11. A embalagem do smartphone, que deverá receber o nome de iPhone 12, não deverá incluir, para além dos airpods, o adaptador de tomada do carregador. Ambos os equipamentos serão vendidos à parte, previsão que vem reforçar outra previsão, dessa vez do banco britânico Barclays.

Os dados do analista Ming-Chi Kuo foram obtidos pelo MacRumors, num documento onde garante que a Apple irá lançar um novo adaptador de 20W como acessório opcional para iPhones. A produção dos apaptadores de 5W e 18W deverá ser descontinuada ainda este ano e o novo adaptador será semelhante ao de 18 W, com o USB-C Power Delivery para carregamento rápido.

Apesar de esperar que os custos de produção do iPhone 12 aumentem devido ao suporte do 5G, o analista acredita que a Apple venda o modelo com preços semelhantes ao do iPhone 11 e remover os earpods e o adaptadores seria uma forma de reduzir os custos.

Quais os últimos rumores sobre o próximo iPhone?

Ainda faltam vários meses até que a Apple apresente o próximo modelo de iPhone, o que normalmente acontece nos primeiros dias de setembro, mas em março o ConceptsiPhone analisou os rumores e criou modelos mockups tridimensionais do iPhone 12. O resultado está neste vídeo.

Mais recentemente, em abril, o youtuber Filip Koroy, do canal EverythingApplePro, anunciava que o sensor LIDAR, integrado no novo iPad Pro da Apple, "encaixava" no iPhone 11 Pro e também poderá estar presente no iPhone 12. A estratégia deve significar que, quando for lançado, poderá ter novas ferramentas, jogos de realidade aumentada e de realidade virtual.

A Apple deverá ainda manter a porta Lightning em vez de uma USB-C no próximo iPhone. O rumor reforçou "teoria" do analista da TF International, Ming-Chi Kuo, no final de 2019, que leva a crer que a empresa da maçã pode abandonar a ligação Lightning em 2021, apostando no carregamento wireless e sem qualquer porta de ligação física.

Quanto a previsões de lançamento, vários analistas preveem que a pandemia de COVID-19 atrase o novo smartphone da Apple. Por isso, os fãs poderão ter de esperar até novembro ou dezembro. Garantido está o novo iPhone SE 2020, que a Apple apresentou em abril, com um preço a começar nos 499 euros em Portugal.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.