Com efeito,pais, encarregados de educação e professores da escola do Bairro Ana Candande que comporta os alunos dos bairros Sonangol, Orlando, Gai e Sanatório na periferia do município sede do Uíge estão preocupados com o excesso de alunos nas salas de aulas.

Domingos Ramos outro encarregado e morador da zona do Sanatório, disse terem apresentado uma proposta à administração municipal do Uíge sobre um espaço para se construir mais salas, mais a iniciativa foi rejeitada pela a Direcção do Sobado do bairro.

“Já tivemos um encontro com todos os moradores para irmos solicitar administração, mas fomos impedidos dizendo que estivemos a combater o sobado e desistimos”, disse Ramos.

“Precisamos é que o estado toma conta daquele espaço para ver se consegue construir umas salas para diminuir a demanda de alunos nesta escola e temos muitos alunos fora do sistema do ensino por falta de salas de aulas”, acrescentou Domingos Ramos.

Outros pais disseram que é impossível para os alunos que que não estão em frente ao professor aprenderem algo com aulas com tantos alunos.

“Não percebem nada”, disse uma mãe.

Os professores queixam-se também das condições de trabalho afirmando ser impossível fazer avaliações dos alunos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.