O caso ocorreu  a 30 de Outubro de 2018, em Saurimo.

Na leitura da sentença final, a juíza de Direito Teresa Massolo disse que o réu cometeu homicídio qualificado, por motivos passionais.

Explicou que antes de cometer o crime, o réu convidou as vítimas para o acompanharem ao rio, tendo, durante o percurso, executado o seu intento.

Segundo a magistrada, o réu não apresentou distúrbio mental, nem prova de qualquer outra patologia que influenciassem na sua decisão.

O Tribunal Provincial da Lunda Sul condenou ainda o réu a pagar 80 mi Kwanzas da taxa de justiça e uma indemnização de seis milhões de Kwanzas a favor dos familiares das vítimas.

Por seu turno, Eva Maria, um dos parentes das quatro vítimas, disse não estar de acordo com a decisão do acórdão, afirmando deviam ser mais anos para desencorajar a prática de crimes do género.

Explicou que o valor a ser indemnizado não trará de volta os filhos perdidos, visto que a vida é um bem precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.