O comboio chinês da China Railway High-Speed, alcançou esta sexta-feira uma velocidade de 486,1 km/h, transformando-se na composição mais rápida do mundo, afirmou a agência Xinhua.

O recorde foi estabelecido no percurso que liga a cidade de Zaozhuang, na província de Shandong, até Bengbu, na província de Anhui, de 220 quilómetros.

Com isso, superou os 416,6 km/h atingidos em Setembro no trajecto entre Xangai, centro económico e financeiro da China, até Hangzhou, capital da província de Zhejiang.

O comboio, do modelo CRH380A, é utilizado no trajecto entre Pequim e Xangai, que em 2011 contará com 24 estações e unirá as duas cidades em quatro horas, passando por sete províncias formando a linha férrea de alta velocidade mais longa do mundo.

Entre outras características, a ferrovia mais rápida do mundo tem salas VIPs com sofás-camas, ecrãs planos de televisão e compartimento para reuniões privadas e de negócios.

A linha férrea Pequim-Xangai ligará as áreas económicas mais proeminentes do país e transformar-se-á na mais ocupada, já que diariamente transportará 220 mil passageiros.

O custo total da linha será de 12 mil milhões de dólares. Interessado na tecnologia francesa e alemã, o Ministério de Ferrovias chinês convidou empresas estrangeiras para investirem no projecto. Alstom, Siemens e Mitsubishi-Kawasak são algumas das envolvidas.

Actualmente, as linhas de alta velocidade da China alcançam os 7.531 quilómetros e são as mais longas do mundo. Na China, diariamente funcionam mil comboios e cerca de 1 milhão de pessoas utilizam o serviço.

DD

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.