O profissional responde a uma acusação de suposto estupro, ocorrido na zona de Cabo Ledo, província de Luanda, envolvendo uma menor de 17 anos de idade.

O caso veio à tona quando o pai da menor divulgou um áudio nas redes sociais, acusando o apresentador da TV Zimbo do cometimento do crime.

Nesta sexta-feira, David Diogo prestou depoimento numa esquadra policial, tendo sido liberado sob o termo de soltura, mediante caução carcerária.

Conforme o responsável do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa do Comando Provincial da Polícia Nacional em Luanda, Nestor Goubel, o processo encontra-se em fase de instrução preparatória e deverá ser remetido para o Ministério Público.

O secretário-geral do SJA, Teixeira Cândido, disse que o estupro só é confirmado mediante exame laboratorial e, enquanto não for feito e não houver julgamento, o jornalista "é inocente".

"Esperamos que a justiça faça o seu trabalho. O SJA vai acompanhar todo o processo" , reforçou o sindicalista, em declarações à ANGOP.

David Diogo é um dos principais rostos do noticiário da estação televisiva privada Zimbo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.