O indivíduo, cuja identidade não foi revelada, tem no seu cadastro vários crimes, tendo cumprido já penas na penitenciaria de Viana.

A Angop soube hoje, sexta-feira, de fontes afectas a corporação que o móbil do assassinato do cidadão chinês de 35 anos, identificado por Wang Zhilin, que exercia a actividade comercial, foi o roubo de valores monetários em dólares e kwanzas.

Na altura, o corpo foi encontrado em avançado estado de putrefacção por crianças e especialistas do Laboratório Central de Criminalista (LCC) fizeram uma inspecção pericial, tendo determinado que a vítima foi alvo de disparos de arma de fogo do tipo AKM.

O cadáver apresentava dois orifícios de projéctil na nuca e abdómen.

Na altura, no interior da viatura foi encontrada uma arma de fogo do tipo “ AKM”, com o respectivo carregador, bem como o invólucro e duas caixas de papelão onde continha os valores monetários em quantidades não reveladas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.