O prédio está localizado nas proximidades do largo Amizade Angola e Cuba, ex-largo do Baleizão, por detrás do Comando Geral da Polícia Nacional.

Depois de especialistas dos bombeiros terem feito uma avaliação técnica, no final da tarde dessa quinta-feira, constataram que o prédio apresenta fissuras e já registou o desabamento do tecto falso de diversos apartamentos.

“  É um perigo eminente o actual estado do edifício. A parte exterior está bastante degradada, pelo que urge a necessidade de medidas urgentes ”, disse à Angop o chefe do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa do SNPCB, Faustino Sebastião.

De acordo com o responsável, não se efectuou ainda a evacuação do edifício por falta de uma concertação com os órgãos da administração, nomeadamente Governo Provincial de Luanda, comissão administrativa e administração distrital.

Com 11 andares e mais de 50 apartamentos, o prédio tem actualmente 30 famílias, as outras já abandonaram por temerem pelo desabamento.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.