A informação foi dada hoje, terça-feira, à Angop, pelo director do Gabinete de Comunicação da Delegação Provincial do Ministério do Interior, na Huíla, Manuel Halaiwa, referindo que a operação decorreu de 22 a 26 de Junho, nas áreas de Mufila, Kandjulio e Tchiheke, localidade da Taka.

A operação foi levada a cabo pelas polícias de Ordem Pública, Intervenção Rápida e pelo Serviço de Investigação Criminal, com o envolvimento de líderes locais, tendo sido possível desbaratar duas áreas de refúgio do gado na região de Kandjulio e Tchiheke, onde para além do gado foi encontrada uma arma de fogo.

Os possíveis suspeitos, segundo o informe, estão em fuga, mas diligências estão em curso para capturar os mesmos que supostamente faziam a sua actividade no “triângulo Gambos” (Huíla), município do Virei (Namibe) e da Cahama (Cunene).

Os criadores locais já foram chamados pelas autoridades para reconheceram os seus animais, através das inscrições nas cabeças, e serem devolvidas aos proprietários.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.