“Prendemos Shinji Aoba, de 42 anos, suspeito de matar 36 pessoas”, disse um porta-voz da polícia à agência de notícias France-Presse (AFP).

Os factos remontam a 18 de julho de 2019, quando um homem entrou no edifício do estúdio da Kyoto Animation gritando “Vocês vão morrer”, enquanto espalhava gasolina, de acordo com testemunhas.

Shinji Aoba sofreu queimaduras graves e esteve várias semanas hospitalizado e em coma, impedindo a detenção.

Aoba terá admitido os factos de que é acusado, tendo dito à Polícia que queria “matar várias pessoas com gasolina”, segundo a Nippon TV.

Os motivos do alegado incendiário não são conhecidos, sabendo-se apenas que terá acusado o estúdio de lhe roubar uma ideia de argumento.

Segundo a imprensa local, o acusado sofre de doença mental e cumpriu já uma pena de prisão de três anos por roubo num supermercado, em 2012.

Fundada em 1981, a Kyoto Animation é uma empresa que produz desenhos animados, cria personagens, projeta e vende produtos derivados da sua série de ‘manga’ (um tipo de banda desenhada com origem no Japão), incluindo Munto, Lucky Star, Melancolia de Haruhi Suzumiya e K-On!

A empresa, que também inclui ainda uma escola de animação, tem dois estúdios (incluindo o que foi incendiado) em Quioto, no centro-sul do Japão, empregando cerca de 160 funcionários.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.