Os meios estão avaliados  em cerca de 58.354.933 kwanzas e  foram entregues às empresas Anil-grupo-transporte e prestação de serviços (5 autocarros), ACAM-Armando Cazua António (2), Organização Kafanda (01), JGMA- José Garcia Matoso de Andrade (01) e TSS- Teresa Gomes da Silva (1).

Para recepção deste meios, foi assinado um contrato de concessão entre o Governo da Província do Bengo e as empresas seleccionadas, no sentido de se reforçar  o serviço de transportes urbano regulares de passageiros.
As  empresas contempladas deverão proceder ao pagamento de uma parcela inicial no valor de 2.917.746 kwanzas, que corresponde a cinco por cento do valor de cada autocarro.

Por outro lado, devem também a partir desta data,  pagar uma  prestação mensal de 461 mil e 976  kwanzas, por cada  autocarro, por um período de 120 meses, até amortização do valor global de cada um dos veículos.

O director do Gabinete Provincial dos Transporte, Tráfego e Mobilidade Urbana do Bengo, Cândido Cadifete informou que os meios entregues obedeceram a um concurso público que contou com a participação de 13 empresas, das quais apenas cinco reuniram os requisitos exigidos.

Referiu que os autocarros foram seleccionados para fazer rotas inter-municipais, cidade de Caxito/municípios/periferia.

Sublinhou que a instituição será rigorosa na fiscalização e acompanhamento das cláusulas contratuais, tendo apelado à Polícia Nacional e à população para denunciar eventuais práticas de especulação de preços.

A governadora da província do Bengo, Mara Quiosa, afirmou que os meios vão ajudar a melhorar a mobilidade urbana inter-municipal, por isso, pediu aos empresários para cuidarem dos meios e cumprirem com os preceitos contratuais.
Os  representantes da empresa ANIL-Grupo e Organizações Kafanda, José Vale  e rosa Miranda, respectivamente, elogiaram a iniciativa do governo local e prometeram cuidar da melhor forma dos meios.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.