O padre Gaudêncio Yakuleinge da Igreja Católica disse que a falta de água em Ondjiva é preocupante porque há pessoas em aldeias que dependem da água que lhes era levada por familiares que vivem na cidade.

“Não havendo esta água fica complicado não só para as famílias que estão na cidade como para as famílias que estão nas aldeias que dependiam das famílias que estão na cidade”, disse.

Por outro lado, a falta de água está a ter efeitos devastadores em sectores económicos da cidade.

Horteis encerraram as portas e mais de 15.000 galinhasde uma empresa que fornecida ovos à província do Cunene e norte da Namíbia morreram por falta de água, disse o empresário António Jerónimo.

“Os prejuízos para empresas que já estavam de rastos são inimagináveis”, disse.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.