As obras constam do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM) e englobam ainda a instalação de iluminação pública, bancadas nos jardins, orçando 26 milhões 975 mil e 480 kwanzas, enquanto a terraplanagem dos 12 km, na comuna sede, custa 65 milhões 967 mil 228 kwanzas e 68 cêntimos.

A construção e apetrechamento das duas escolas, uma na comuna da Kissa-Kungo, por 85 milhões 614 mil e 257 kwanzas, e a do  bairro do Cacole avaliada em 149 milhões e 520 mil kwanzas.

As empreitadas têm um prazo de execução de 180 dias.

O governador provincial do Cuanza Sul, Job Capapinha, que visitou a localidade para avaliar o grau de execução das infra-estruturas, qualificou  de aceitável o empenho dos empreiteiros e fiscais.

“… Devo dizer que gostei da prontidão e à disposição dos fiscais e empreiteiros. Pareceu-me haver aqui maior responsabilidade à luz das exigências que vamos fazendo”, disse.

Job Capapinha vistoriou duas escolas primárias, Cadeia do Cassoço, Hospital Geral da Cela, todas com as paredes já erguidas.

Lembrou a que se impõe maior celeridade e qualidade nas obras, para que possam beneficiar dos pagamentos subsequentes e assim evitarem interrupções.

A jornada de campo do governador termina com uma reunião, neste sábado, com responsáveis da administração local, para se inteirar da vida sócio económica dos munícipes.

O PIIM no município da Cela abarca sete projectos sociais, com um orçamento geral de quatro mil milhões 761 milhões e 366 mil kwanzas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.