"O padre pegou num recipiente cheio de gasolina, pensando que era água", explicou à agência AFP Ibrahim Farinloye, porta-voz dos serviços de salvamento que atenderam à emergência.

"Quando ele estava a derramar o líquido sobre o homem, uma vela que estava mesmo ao lado pegou fogo [à gasolina] e as chamas envolveram-nos rapidamente", acrescentou. A vítima morreu na hora e o padre sofreu "ferimentos graves".

A magnitude do incêndio acabou por ser tão grande que estendeu-se até um gasoduto que existia ali próximo, o qual acabou por explodir e provocar um novo incêndio, assim como uma enorme nuvem negra tóxica que foi vista por grande parte dos habitantes da cidade de Lagos, segundo fontes locais.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.