O SAPO foi às ruas da cidade capital, e de um modo geral a população confessou que se pudesse dar um presente a Luanda seria mais saneamento básico.

Abastecimento de água potável, o manejo de água pluvial, a colecta e tratamento de esgoto, a limpeza urbana, o manejo de resíduos sólidos, são as maiores preocupações da população com quem o SAPO falou.

Outros diziam que é uma cidade de muita paz, que ainda está em desenvolvimento, tendo ainda muito para dar, e que apesar de ser uma cidade “fixe” é  também bastante agitada porque nela habitam muitos jovens, “esses é que mais causam a agitação”.

Entre queixas e elogios Luanda já tem mais de quatro séculos, assinalando nesta quarta feira, 25, 436 anos.
Foi fundada a 25 de Janeiro de 1576 pelo fidalgo e explorador português Paulo Dias de Novais com o nome de São Paulo de Assunção de Loanda.

Uma estatística da ONU, de 2004, aponta para 4,5 milhões de habitantes a viver em Luanda. A capital tem uma superfície de 2.417,78 km2, está localizada na costa do Oceano Atlântico e é o principal porto e centro administrativo de Angola.

A zona central de Luanda está dividida em duas partes, a Baixa de Luanda (a cidade antiga) e a Cidade Alta (a nova cidade). A Baixa de Luanda está situada próxima do porto. 

O litoral é marcado pela Baía de Luanda, formada pela protecção do litoral continental por meio da Ilha de Luanda e a Baía do Mussulo, ao sul do núcleo urbano principal, formada pela restinga do Mussulo.

Texto@ Isabel Bernardo
Video@ Isabel Bernardo e Miguel Martins

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.