Inicialmente mInicialmente marcado para 25 de Setembro, o julgamento sofreu um adiamento a pedido do advogado do co-réu Valter Filipe Duarte da Silva, ex-governador do Banco Nacional de Angola (BNA), que alegou indisponibilidade naquele período.

O pedido do defensor de Valter Filipe Duarte da Silva foi aceite pelo Tribunal Supremo, que anuiu a remarcação do julgamento.

Sob “Zenú” dos Santos pesam as acusações de branqueamento de capitais e peculato.

No mesmo processo são arguidos Jorge Gaudens Pontes Sebastião e António Samalia Bule Manuel.

Transferência milionária

Na base do processo está uma transferência ilegal de 500 milhões de dólares norte-americanos do BNA para uma conta no Crédit Suisse de Londres, Inglaterra.

A transferência era uma espécie de pagamento avançado para uma empresa criada pelos arguidos, a fim de montar uma operação de financiamento para Angola, no valor de 30 mil milhões de dólares.

O plano assentava na constituição de um suposto Fundo de Investimento Estratégico e na utilização da empresa Mais Financial Services, S.A. como instrumento de actuação.arcado para 25 de Setembro, o julgamento sofreu um adiamento a pedido do advogado do co-réu Valter Filipe Duarte da Silva, ex-governador do Banco Nacional de Angola (BNA), que alegou indisponibilidade naquele período.

O pedido do defensor de Valter Filipe Duarte da Silva foi aceite pelo Tribunal Supremo, que anuiu a remarcação do julgamento.

Sob “Zenú” dos Santos pesam as acusações de branqueamento de capitais e peculato.

No mesmo processo são arguidos Jorge Gaudens Pontes Sebastião e António Samalia Bule Manuel.

Transferência milionária

Na base do processo está uma transferência ilegal de 500 milhões de dólares norte-americanos do BNA para uma conta no Crédit Suisse de Londres, Inglaterra.

A transferência era uma espécie de pagamento avançado para uma empresa criada pelos arguidos, a fim de montar uma operação de financiamento para Angola, no valor de 30 mil milhões de dólares.

O plano assentava na constituição de um suposto Fundo de Investimento Estratégico e na utilização da empresa Mais Financial Services, S.A. como instrumento de actuação.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.