Em declarações hoje, segunda-feira, à Angop, a vítima disse ter sido surpreendida pelos malfeitores, foragidos, às 21 horas quando regressava para casa, depois de ter estado num local de recreio.

Os dois jovens, segundo a adolescente, a levaram a força até ao quarto dos mesmos onde consumaram o acto sexual, além de a terem agredido fisicamente, com golpes na região abdominal.

A menor, que se encontra em cuidados médicos, deu entrada no centro materno infantil do município com dores da bexiga e hemorragia, mas, segundo a enfermeira em serviço, Adélia Aida, a situação é estável.

O comandante local da Polícia Nacional, superintendente Benedito Zeferino Quintas, disse que tudo está a ser feito para detenção dos autores do crime, o segundo do género que ocorre este ano na vila do Longonjo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.