A vítima, que saia de sua casa para a paragem de táxi, foi surpreendida em frente de um quintal, no bairro Kodume, arredores da cidade da Caála, de onde saíram os animais

Em declarações à ANGOP, o seu irmão, Miguel Marcial, informou que, além da vítima mortal, os cães atacaram a mãe da malograda e sua filha, que se encontram em cuidados médicos.

A jovem, que também tinha sido transferida para uma unidade sanitária, não resistiu à gravidade dos ferimentos no corpo, segundo contou o seu irmão, que lamentou o facto de, no momento dos factos, no quintal onde saíram os cães não se encontrarem os proprietários, para acalmar os animais.

Informou, entretanto, que as duas sobreviventes do ataque estão fora de perigo, podendo receber alta hospitalar nos próximos dias.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.