A campanha conta com o envolvimento de 200 jovens filiados na JMPLA, que estão a percorrer  os mercados informais espalhados nesta cidade, através de contactos com os comerciantes.

Segundo o primeiro secretário municipal da JMPLA, Ezequiel Manuel, ao longo da comunicação, a ser feita em línguas portuguesa, kimbundo e umbundo, os sensibilizadores estão a apelar aos munícipes sobre a necessidade da lavagem constante das mãos, uso de máscara e a observância do distanciamento mínimo de um metro entre as pessoas.

Referiu que estão também a recomendar os comerciantes para criarem condições para os clientes lavarem as mãos com água e sabão e a obrigatoriedade do uso de máscaras.

Durante a actividade, referiu, serão distribuídas mais de 600 máscaras faciais descartáveis e a incentivar as pessoas a adquirem máscaras de tecido, dada a escassez daquele produto que se regista nas farmácias locais.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.