Testemunhada pela secretária provincial da JMPLA, Guilhermina Araújo, e pelo administrador municipal do Lobito, Carlos Vasconcelos, a campanha juntou duzentos jovens, que utilizaram 20 carros de mão para a recolha de resíduos sólidos, 50 vassouras e 10 sacos de cal para pintura de lancis.

Falando à Angop, o secretário para o Departamento de Actividades Multidisciplinares da JMPLA em Benguela, José Madaleno, deu a conhecer que a actividade de limpeza abrangeu a Colina da Saudade, um cartaz do Lobito, e algumas rotundas, para que a cidade possa estar sempre limpa e agradável.

Por seu turno, o presidente do Conselho Municipal da Juventude do Lobito, Elias Poio, considera que a pintura de árvores, por exemplo, deu uma nova imagem à cidade do Lobito, na tentativa de reconquistar o estatuto de salas de visita de Angola.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.