Esse anúncio foi avançado, quarta-feira, à imprensa, pelo director do Gabinete Provincial de Serviços Técnicos e Infra-estruturas da capital do país, Osvaldo Amaral, no final de um encontro entre o ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges, e o governador de Luanda, Sérgio Luther Rescova.

Osvaldo Amaral reconheceu que a cidade de Luanda atravessa problemas de iluminação pública, situação a ser ultrapassada nos próximos dias, com o início nesta quinta-feira dos trabalhos para melhorar o sistema de iluminação na capital angolana.

Para tal, explicou, foram já criadas equipas técnicas do Governo Provincial de Luanda (GPL) e da Empresa Nacional de Distribuição de Energia (ENDE) para tratarem da questão.

Quanto ao vandalismo da rede eléctrica, o responsável referiu que continuam a contar com a colaboração do efectivo da Polícia Nacional (PN), das administrações municipais e dos munícipes, para combater essa prática.

Por seu turno, o administrador da ENDE, Hélder Adão, disse que vai apoiar o programa do GPL para melhorar o sistema de iluminação pública em Luanda.

Esclareceu que a responsabilidade de tratar da iluminação pública em Luanda é do GPL, mas a ENDE está disposta a colaborar nesta tarefa, para inverter o actual quadro, que considerou crít

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.