O facto foi anunciado à imprensa quarta-feira pelo responsável da instituição, João António Gaspar, referindo que serão ministrados cursos de carpintaria, serralharia, informática, refrigeração, corte e costura, canalização, decoração, electricidade, culinária, pastelaria e agricultura, ministrados nos municípios de Cazengo (sede da província), Cambambe, Ambaca, Quiculungo e Samba Cajú.

João António Gaspar esclareceu que a formação terá a duração de nove meses é será assegurada por  50 formadores.

Por seu turno, o director do Gabinete Provincial de Desenvolvimento Económico e Integrado da província, Fernando Mesquita, que presidiu a cerimónia de abertura do ano lectivo, destacou a implementação do curso de mecânica auto, visando suprir a grande carência com que se debate o mercado local na referida área.

O responsável avançou que governo do Cuanza Norte tem em carteira um estudo para aferir os tipos de ofícios que mais se adequam à conjuntura estrutural e económica da província, bem como as necessidades de emprego local, enquanto outros verão melhoradas as condições de implementação visando o aumento dos níveis de aprendizagem dos jovens.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.