Segundo Vijay Kumar, dos serviços de saúde locais, as mortes ocorridas em Bihar, um dos Estados mais pobres no norte da Índia, devem-se a temperaturas muito elevadas.

Quarenta e nove pessoas morreram em três bairros de Magadh, zona atingida pela seca. De acordo com Kumar, foi no sábado que a temperatura registou uma alta repentina e pessoas afectadas por uma insolação começaram a precipitar-se para vários hospitais.

Vijay Kumar, sublinhou que a maioria das vítimas morreram no sábado a noite e no domingo de manhã, durante o tratamento.

O dirigente do departamento de saúde regional, acrescentou que cerca de 40 pessoas continuavam a ser tratadas num hospital público de Aurangabad.

A maioria das pessoas faziam parte de um faixa etária acima dos 50 anos e foram transportadas para os serviços de urgência num estado meio inconsciente, com sintomas de febre alta, diarreira e vómitos.

Segundo ainda as autoridades do estado de Bihar, ocorreram 27 mortos no distrito de Aurangabad, 15 em Gaya e 7 em Nawada.

O Ministro-chefe do Estado de Bihar, Nitish Kumar, anunciou que as famílias de cada vítima receberão uma compensação de 400.000 rupis, o equivalente de 5.700 dólares.

Harsh Vardhan, ministro da Saúde da Índia, lançou um apelo para que os habitantes do estado de Bihar evitem sair das suas casas, enquanto não se registar uma queda das temperaturas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.