De acordo com fonte da Polícia Nacional a que a Angop teve acesso hoje (quarta-feira), o homem de 29 anos ainda foi encaminhado para uma unidade hospitalar, mas não resistiu ao traumatismo, já que apenas um pedaço de pele sustentava os testiculos.

Segundo a Polícia, a mulher, que será apresentada quinta-feira ao Ministério Público, alega que agiu em legítima defesa, pois essa foi a única forma que encontrou para se defender do agressor.

De acordo com os relatos da mulher, logo pela manhã, num local isolado, estava agachada a fazer necessidades menores, quando o homem atacou-a e tentou tirar o pano com que se cobria, para a violar.

A mulher de 26 anos vende produtos diversos nas ruas do bairro Mundial e afirma que conseguiu agarrar o agressor pelos testículos, puxou e só voltou a largar quando o homem estava inanimado.

Nas últimas 24 horas, a Polícia Nacional em Luanda deteve 30 pessoas suspeitas de estarem envolvidas em vários crimes de fórum comum.

Foram apreendidas uma arma de fogo, uma viatura e artefactos utilizados durante acções delituosas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.