De acordo com o director do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa da corporação, intendente Martinho Kavita, os furtos ocorrem, frequentemente, nos locais onde estão instalados os Aparelhos de Transferência Monetária (ATM).

“Os cidadãos detentores de cartões multicaixa, na falta de domínio de manuseamento do equipamento, solicitam o apoio de terceiros que, por sua vez, eivados de espírito de má fé acabam por trocar os cartões”, explicou.

Deu a conhecer que os autores destes crimes, que apresentam um nível elevado de ludibriar os utentes, têm-se instalado junto dos equipamentos, aguardando por uma oportunidade para perpetrarem a acção e que pouco tempo depois acabam por esvaziar as contas das vítimas.

Preocupado com a situação, o intendente Martinho Kavita apela os utentes dos serviços no sentido de redobrarem os cuidados, evitando entregar os seus cartões a pessoas estranhas.

Esclareceu que a Polícia Nacional tem alguma dificuldade em combater tais crimes, por ocorrerem numa relação muito restrita, entre o autor e a vítima, prometendo, contudo, trabalhar com as instituições bancárias no sentido de se reforçar as instruções de manuseamento dos cartões multicaixa, para que os seus proprietários abstenham-se em solicitar de apoio de pessoas estranhas.