Segundo testemunhas, o jovem era ajudante e ter-se-á desequilibrando enquanto o veículo desbrava a terra, sendo atropelado mortalmente.

Segundo a Inspecção Geral do Trabalho, 17 trabalhadores morreram, em 2018, em nove acidentes, contra 16 casos ocorridos em 2017, na sua maioria envolvendo operários de obras de engenharia civil e trabalho do campo, na província da Huíla.

O porta-voz do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros, terceiro sub-chefe Inocêncio Hungulo, afirmou que apesar de se tratar de um acidente de trabalho o caso está entregue ao Serviço de Investigação Criminal.

O Serviço de Protecção Civil e Bombeiros resgatou, no mesmo período, o cadáver de um cidadão não identificado, no rio Caculuvar, bairro Eywa, no município do Lubango.

Ainda se desconhecem as causas reais, mas os órgãos competentes (SIC) estão a trabalhar na investigação.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.