De acordo com o director da ENDE, Manuel Nascimento, um camião embateu e declinou um posto de distribuição da energia eléctrica localizado no bairro Sangondo.

Apontou que o incidente provocou a redução do fornecimento da energia eléctrica até 20 por cento do habitual, obrigando os técnicos do sector a trabalhar afincadamente para encontrar solução dentro de três dias.

O posto danificado transporta a corrente eléctrica, a partir da nova central térmica que produz 13 megawatts, para a urbe e bairros periféricos.

Por outro lado, sem especificar os números, Manuel Nascimento disse que a ENDE está a efectuar ligações de forma massiva nos bairros Capango, Samalesso, Alto Luena e Zorrô, com a instalação de postos de transformação.

Reprovou a atitude de alguns clientes que fazem ligações de energia eléctrica para as residências, na calada da noite, após cortes feitos pelos técnicos da empresa, por causa de dívidas.

O responsável apelou a população do Luena, sobretudo os utentes da energia eléctrica, a honrarem com as suas obrigações, para evitar cortes que serão realizados a partir do mês em curso (Julho).

A ENDE no Moxico controla mais de 15 mil clientes.

Neste momento, a cidade do Luena recebe energia da central térmicas Hyundai, instalada no bairro Zorrô, com capacidade de 7.5 MW, e da hidroeléctrica de Tchihumbué, construída no município do Dala, província da Lunda Sul, com capacidade de 12 MW.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.