Foram detidos Pedro Zau, ex-gestor do Complexo Residencial Vila Olímpica, arredores da cidade de Cabinda, e o ex-inspector geral do governo da província de Cabinda, Paulo Luemba.

Na sexta-feira, 31 de Janeiro, a mando da PGR foi detido o  secretário provincial da Indústria, Recursos Minerais e Petróleo, Geraldo Ndubo Paulo, indiciado da prática de crime de peculato.

O gestor é acusado do desvio de 220 milhões de kwanzas entre 2009 a 2014, que se destinavam a construção de uma Feira Comercial de Cabinda.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.