O economista, que falava à imprensa durante um debate sobre o desemprego no Cazenga, adiantou que a situação pode ser mudada se houver uma aposta para a reactivação do parque industrial local.

Silvestre Francisco adiantou que a falta de emprego contribui negativamente, fragiliza e frustra as familias, devendo ser criado o dialogo franco com os investidores locais, no âmbito das iniciativas do Executivo de apostar no sector empresarial.

Na sua óptica, no âmbito da execução dos planos de desenvolvimento nacional e social, o Estado deve elaborar projectos para que as pessoas se sintam bem onde estiverem.

Silvestre Francisco, professor universitário, disse que o Governo deve rever as iniciativas para criar mais investimentos locais, porque existem muitas industrias,que em funcionamento, criam postos de trabalho e melhoram a economia nacional.

A zona industrial do Cazenga tinha como missão a atracção de investimentos internos e externos, incentivar o desenvolvimento e a diversificação da economia por via do aumento da produção, crescimento das exportações e redução das importações, mas encontra-se inativa há mais de 20 anos.

Cazenga conta com os distritos urbanos do Tala-Hadi, Hoji ya Henda, Cazenga, 11 de Novembro, Kima-kieza e Calwenda.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.