O acidente ocorreu por volta das 22 horas, quando um  autocarro de marca Scania, de uma empresa privada e que saia de Benguela com destino a Luanda, despistou e capotou.

Em declarações à  Angop, o porta-voz dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiros, Eduardo António, disse que as duas vítimas mortais (mãe e filha) foram encontradas encarceradas no autocarro.

O motorista encontra-se foragido, enquanto os 36 feridos estão a receber assistência no hospital “17 de Setembro”, na cidade do Sumbe.

“Dos assistidos, todos internados e já fora de perigo, cinco foram amputados os membros superiores”, disse hoje à Angop o enfermeiro de serviço e supervisor das últimas 24 horas do hospital “17 de Setembro”, Moisés Afonso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.