Segundo o oficial, ainda são desconhecidas as razões que levaram o padrasto, já detido, a cometer este crime de homicídio voluntário por espancamento a uma menor de apenas quatro anos de idade.

De igual modo, o inspector-chefe Paulo Chindele Cassinda deu a  conhecer que, ainda esta semana, uma outra menor de cinco anos de idade morreu electrocutada, numa residência no bairro de Fátima, arredores da cidade do Huambo.

Informou que o facto deu-se numa altura em que estavam a ser instalados cabos eléctricos no muro do quintal de casa em que a vítima vivia, com objectivo de evitar roubos e furtos, tendo a criança, de forma descuidada, segurado num dos aludidos fios, causando-lhe a morte imediata.

O Oficial da Polícia Nacional referiu ainda que, entre segunda e quinta-feira, a corporação,  em trabalho coordenado com o Serviço de Investigação Criminal (SIC), deteve 47 cidadãos acusados da prática de 57 crimes diversos, sendo que em alguns deles foi-lhes retirado documentos diversos, três motorizadas, utensílios domésticos e outros bens de adquiridos, de forma ilícita.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.