Em declarações na segunda-feira  à ANGOP,   o director do gabinete provincial de comunicação institucional e imprensa da Delegação do Interior,   Florêncio de Almeida,  disse que a detenção foi possível graças a uma denúncia dos citadinos de que a congregação religiosa estava a realizar cultos.

Explicou que os implicados foram conduzidos às autoridades competentes para os devidos procedimentos legais.

Já o arcebispo da diocese de Saurimo, Dom Manuel Imbamba, apelou a população a acatarem os conselhos das autoridades, sobre a prevenção da covid-19, bem como as outras congregações religiosas a absterem-se dos cultos e permanecerem em casa, para não contraírem a pandemia.

Por outro lado, uma comissão liderada pelo vice-governador para área de infra-estruturas da província, Evanerson Caputu, distribui água potável gratuitamente nas comunidades através de camiões cisternas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.