O oficial, que falava no acto comemorativo alusivo ao 41º aniversário do Ministério do Interior (Minint), frisou que o efectivo está em alerta para evitar as tentativas de violação da cerca sanitária imposta à província de Luanda.

A PN, disse, vai continuar a sensibilizar a sociedade para o cumprimento das regras de combate à covid-19, nomeadamente a necessidade do uso de máscaras, álcool em gel, lavagem das mãos, distanciamento social e cumprimento da quarentena domiciliar obrigatória.

Aristófanes dos Santos exortou os efectivos a serem profissionalmente exemplares, para a conquista do respeito perante os cidadãos e a proximidade que se pretende alcançar, primando sempre pelos princípios da legalidade, igualdade, imparcialidade, humanização e justiça.

Considerou, por outro lado, que a província de Benguela possui potencialidades que podem atrair o cometimento de crimes ou comportamentos susceptíveis de colocarem em causa o património público e privado, obrigando a prontidão do efectivo para uma resposta aos novos desafios e, desta forma, reforçar a sua integração no seio das comunidades.

O responsável promete melhorias a nível da segurança nos 10 municípios, com realce para os do litoral, com o desdobramento de efectivos para a manutenção da segurança, ordem pública e a fiscalização dos procedimentos para o combate à covid-19.

Entretanto, o governador provincial de Benguela, Rui Falcão, enalteceu o trabalho da delegação do Minint e do Comando-Geral da Polícia Nacional para a conquista da confiança do cidadão e no aumento da organização e disciplina no seio desse sector.

O governador, numa menagem de felicitações, considera que as acções desenvolvidas visam a melhoria da sua tarefa, principalmente nesse momento em que o país e o mundo enfrentam a covid-19.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.