O Governo angolano aprovou hoje a declaração do estado de calamidade pública, com novas regras para prevenção do novo coronavírus, que vão começar a vigorar logo após o terceiro período de estado de emergência que termina hoje às 23:59 locais (a mesma hora em Lisboa), preparando um "processo gradual de regresso à normalidade da vida social".

Vendedores e compradores dos mercados terão de usar máscara facial e observar o distanciamento físico, o mesmo se aplicando à venda ambulante.

São proibidos os mercados informais de rua que impliquem concentração de pessoas. No caso dos mercados formais, terão de se criadas condições para o distanciamento entre vendedores e compradores, bem como condições para higienização destes espaços, ao domingo e segunda-feira.

Angola contabiliza um total de 70 casos positivos de covid-19, quatro óbitos, 18 recuperados e 48 casos ativos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.