Em declarações, nesta segunda-feira, à Angop, o porta-voz da Polícia Nacional (PN), Ernesto Calinaguila, salientou que maior parte dos cidadãos  foram detidos por violarem as medidas administrativas.

Informou que os crimes ocorreram no município de Moçâmedes, sendo que 35 foram encontrados em ambientes festivos sem observância das medidas de biossegurança, 21 por incumprimento de orientações do Decreto Presidencial sobre a Situação de Calamidade Pública, cinco por arruaça e três  por poluição sonora a altas horas da noite.

“Estes indivíduos foram encaminhados ao Tribunal Provincial de Comarca do Namibe para julgamento sumário”, acrescentou.

O responsável apelou a população, sobretudo os mais jovens, a cumprirem as medidas de prevenção, evitando exposição na via pública sem nenhum motivo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.