Ao expor a necessidade, durante um encontro com o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, o coordenador-adjunto da Comissão Multissectorial de Resposta à pandemia na Lunda Norte, Gimi Nhunga, sublinhou que a província registra uma ruptura considerável deste material.

Gimi Nhunga explicou que os meios serão para reforçar, principalmente o Hospital David Bernardino, com 200 camas, adaptado para centro de internamento e tratamento da Covid-19 no município de Chitato.

Com efeito, pediu ainda a aceleração dos processos para a montagem do laboratório regional, para evitar que a província fique dependente de Luanda e aumentar a sua capacidade de controlo epidemiológico.

Por outro lado, informou que actualmente 25 cidadãos cumprem quarentena institucional na Lunda Norte, aguardando os resultados dos testes moleculares.

Fronteira

Os órgãos de Defesa e Segurança na Lunda Norte reforçaram as medidas de vigilância ao longo da fronteira entre as províncias do Kwango e Luluaba (Republica Democrática do Congo) e os municípios do Cuango, Cuilo e Cambulo (Angola), tendo em conta o aumento de casos positivos que se regista no país vizinho (RDC).

Sem avançar números, o delegado provincial do Interior na Lunda Norte, Alfredo Quintino “Nilo”, disse que fruto deste reforço, as autoridades têm registado uma redução considerável de tentativas de violação das fronteiras.

Enalteceu, por isso, o contributo da população que tem colaborado com os órgãos de defesa, sobretudo nas denúncias.

Apoio

Setenta e uma famílias da localidade de Kanzololo, município do Chitato, beneficiaram, no último fim-de-semana, de produtos de cestas básicas, numa acção solidária de uma Organização não-governamental “as mentoras” em parceria com o gabinete da Acção Social, Família e Promoção da Mulher.

Segundo a directora do Gabinete da Acção Social local, Madalena Valente, acções do género e com o apoio de várias organizações não-governamentais vão se estender em outras localidades onde residem famílias vulneráveis.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.