Trata-se da Casa Gaiatos, bem como os Lares São José do Cluny, Mercês, Kudielela, Mamã Muxima, Dor Lombe, Caridades do Coração de Jesus e da Missão Católica de Calandula, cujo gesto visa proporcionar condições de sanidade e prevenção da covid-19 nas referidas instituições.

A par disso, consta também do lote, bens alimentares como farinha de milho, legumes enlatados e leite para melhorar a dieta alimentar das crianças, recebidos da operadora de telefonia móvel UNITEL.

O coordenador provincial de programas e serviços da Cruz Vermelha de Angola em Malanje, Pacheco Pedro Serrote, disse tratar-se de uma primeira fase de apoio as crianças órfãs, sendo que na segunda fase, prevista para o mês de Junho, serão beneficiadas mais de 700 famílias vulneráveis do município de Malanje.

Explicou que para garantir materiais de higienização e bens alimentares suficientes para essas famílias, a CVA está a trabalhar com alguns parceiros sociais na angariação de donativos, acrescentando que ser intenção expandir a doação pelos catorze municípios da província.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.