Para além desta área,  está a ser preparado um centro de quarentena no assentamento que alberga actualmente 6.196 refugiados, entre crianças e adultos de ambos os sexos.

Está disponível uma ambulância para transferir cidadãos que apresentem sintomas compatíveis e/ou infectados para  o Hospital David Bernardino.

De acordo com o oficial de Comunicação do escritório do ACNUR,  Omotola Akindipe, no âmbito das medidas de prevenção e contenção a propagação da pandemia, foram criados novos pontos de água, para permitir que os refugiados tenham maior acesso ao líquido e os pontos de lavagem das mãos com água e sabão.

Sem avançar números,  informou que está disponível uma equipa médica que faz a triagem aos refugiados com doenças respiratórias agudas graves.

Actualmente o número de cidadãos em quarentena na província da Lunda Norte é de 37, sendo dois institucionais e 35 domiciliares.

O Covid-19 é uma pneumonia que emergiu na cidade chinesa de Wuhan, em Dezembro, causada por um novo Coronavírus.

Tem sido comparado à epidemia global da síndrome respiratória aguda (SARS, na sigla em inglês), que aconteceu em 2002 e 2003.

Angola continua com quatro casos positivos, um curado e  duas mortes.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.