As fortes ondas destruíram  uma embarcação de pesca artesanal na Ilha do Cabo, causando um ferido grave e seis restaurantes ficaram parcialmente destruídos e nove pessoas, com idades entre os 18 e 37, ficaram feridas no Porto Amboim.

O porta-voz do Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros (SNPCB), Faustino Minguês, disse à Angop, que os feridos foram socorridos para unidades hospitalares onde encontram-se a receber tratamento médico.

Alertou os pescadores que utilizam pequenas embarcações para que tenham  “o máximo de cautela ”, de modo a evitar incidentes, dando como exemplo o desaparecimento de um pescador, há oito dias, na zona dos Ramiros, município de Belas.

De acordo com o responsável, em algumas zonas da costa angolana, os ventos e as ondas atingiram cerca de dois metros de altura.

Disse que “devido aos fortes ventos e agitação das águas, com ondas que  podem atingir aproximadamente dois metros de altura, nas próximas 72 horas, a situação é perigosa para os pescadores, principalmente para as  embarcações artesanais.

O Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros (SNPCB) instalou um sistema de alerta para prevenir a população em caso de aproximação de calemas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.